A fotofobia é sintoma ou gatilho da dor de cabeça?

Publicado em 05/08/2020

 Sintomas

A aversão às luzes fortes se encaixa nas duas categorias. Entenda a diferença entre elas.

Se você passa por episódios de forte sensibilidade à luz, é possível que seja fotofobia, esse desconforto acontece quando você precisa permanecer em locais com alto nível de luminosidade. E é bastante comum aparecer em pessoas que sofrem com dor de cabeça.1,2,3

Por que a sensibilidade à luz é um sintoma da dor de cabeça?

Com o aparecimento da dor de cabeça, as atividades cerebrais aumentam, tornando o corpo mais sensível e suscetível a fatores externos, como as luzes fortes. É assim que a fotofobia se torna um sintoma, uma vez que provoca incômodo nos olhos e agrava a dor de cabeça.2,3

Fotofobia como gatilho: o outro lado da moeda

Em contrapartida, as luzes fortes também podem ser causadoras da dor de cabeça. Tudo isso acontece porque a claridade em excesso é estressante para o corpo e, assim, ela se torna um dos gatilhos para a dor de cabeça.1,2,3

Dessa forma, quando você fica exposto por muito tempo a uma iluminação forte, a quantidade de produção de cortisol aumenta rapidamente. Esse hormônio em excesso torna o corpo mais sensível, resultando na dor de cabeça.2,3

Como aliviar a fotofobia e a dor de cabeça simultaneamente? 

Para começar, evite lugares com muita luz. Assim, você consegue aliviar os sintomas e impedir que eles se tornem mais intensos. Manter-se longe de iluminações durante períodos longos também ajuda a prevenir o surgimento da fotofobia e da dor de cabeça.1,2,3

A fotofobia pode ser ainda mais recorrente em pessoas com olhos claros ou albinas, por isso, se esse for o seu caso, procure um médico para entender quais tratamentos você pode seguir para se livrar dos sintomas. Porém, mesmo que você não se enquadre nesse caso e, ainda assim, tenha episódios frequentes de fotofobia, também deve consultar seu médico para orientações sobre diagnóstico e possíveis tratamentos.1,2

Tenha uma vida mais equilibrada, não deixe que o excesso de luz, que parece inofensiva, transforme seu dia a dia numa tremenda dor de cabeça.1,2,3

1. Ministério da Saúde. Dor de cabeça: Saiba mais sobre os sintomas e aprenda como prevenir e tratar o incômodo. Acesso em: 24 de junho 2020. 

2. KRYMCHANTOWSKI, ABOUCH V.; MOREIRA FILHO, PEDRO F.. Cefaléia crônica diária primária: apresentação clínica. Arq. Neuro-Psiquiatr. Acesso em: 24 de Junho de 2020.

3. XAVIER, MICHELLE KATHERINE ANDRADE. PREVALÊNCIA DE CEFALEIA EM ADOLESCENTES E SUA ASSOCIAÇÃO COM USO DE COMPUTADOR E JOGOS ELETRÔNICOS. Acesso em: 24 de Junho de 2020.

Tags:

  luzes fortes

  luz

  dor de cabeça

  fotofobia

Este artigo foi útil?
Sim
Não
Usuários que acharam esse artigo útil:

Recomendados para você