Dor de cabeça e na nuca? Cuidado com a meningite

Publicado em 07/10/2020

 Sintomas

A meningite é uma inflamação que ocorre na meninge (membranas que estão no cérebro e na medula espinhal) e pode levar a dores de cabeça e dores na nuca.

A meningite acontece quando alguma bactéria, vírus ou fungo atinge a meninge e causa uma inflamação. Pela localização dessa membrana - cérebro e medula espinhal - um dos sintomas mais comuns são as dores de cabeça. O tratamento para essa doença deve ser feito o mais rápido possível, para evitar a sua evolução e, com isso, complicações à saúde.2

Os sintomas da meningite, entretanto, podem ser confundidos com os da gripe, já que a pessoa afetada tende a sentir febre e dor de cabeça. Por isso, o conhecimento dos outros sintomas relacionados pode ser uma ótima forma de conseguir identificar a meningite e buscar o tratamento adequado.2

Quais os sintomas da meningite além da dor de cabeça?

Os sintomas característicos de quem sofre uma infecção na meninge, são:

  • dor de cabeça
  • dor na região posterior do pescoço principalmente à movimentação;
  • febre alta;
  • vômito;
  • mal-estar;
  • fotofobia;
  • dificuldade de encostar o queixo no peito.2

Em alguns casos mais intensos, podem aparecer manchas roxas pelo corpo. Elas indicam que a inflamação está circulando, logo, o risco é ainda maior.

Para descobrir qual o tipo de meningite, o diagnóstico precisa ser feito por um médico. Um exame específico deve ser realizado para avaliar qual é o micro-organismo causador da doença. A avaliação dos sintomas do paciente juntamente ao resultado do agente infeccioso apontado, permite ao profissional indicar o tratamento mais adequado, já que somente a dor de cabeça com a febre não são suficientes para a avaliação.1,2

Qual o tratamento para meningite?

O tratamento mais eficaz para meningite é a vacinação, apesar de ela não prevenir todos os casos, consegue bons resultados contra as bactérias Haemophylus e pneumococo, que estão dentro dos mais comuns. Já para o tipo meningocócica, também existe vacina, entretanto, têm várias categorias de bactérias diferentes dentro deste e a vacina ainda não é capaz de combater todos.1,2

Caso ocorra o desenvolvimento da doença, mesmo com a vacina, a melhor opção para evitar a dor de cabeça e outros sintomas desagradáveis é procurar um médico e agir direto no foco do problema, com a medicação adequada para eles. A automedicação não é recomendada, muito menos esperar a evolução do quadro sem o acompanhamento profissional.1,2

A meningite pode se desenvolver rapidamente, podendo evoluir de uma dor de cabeça para um quadro de coma. Além de que, ela pode ocorrer em todas as idades e, quando atinge crianças, pode causar sequelas graves. Por isso, o acompanhamento médico é fundamental.1,2

Tente manter uma rotina saudável com uma boa alimentação, bastante água e exercícios regulares, estas ações aumentam a imunidade do corpo, prevenindo doenças. Também é importante evitar o contato com pessoas que apresentam sintomas, já que a meningite pode ser transmitida pelo ar. Tomando as medidas necessárias e mantendo uma rotina saudável, é possível ter uma vida tranquila e sem dor de cabeça ligada a doenças.

1. Hospital Albert Einstein. Meningite: principais informações. Acesso em: 26 de agosto de 2020.

2. Hospital Albert Einstein. Meningite. Acesso em: 26 de agosto de 2020.
 

Tags:

  meningite

  meninge

  dor de cabeça

  dores de cabeça

  sem dor de cabeça

Este artigo foi útil?
Sim
Não
Usuários que acharam esse artigo útil:

Recomendados para você