Quais as consequências da falta de vitamina D, além da dor de cabeça?

Publicado em 20/01/2021

 Sintomas

A vitamina D desempenha diversos papéis no organismo, porém, quando está em falta, pode causar consequências negativas como as dores de cabeça e até mesmo colaborar para o aparecimento da depressão.

A vitamina D, apesar do nome, é um hormônio produzido pelo corpo humano a partir do colesterol quando a pele é exposta ao sol. É muito importante checar as quantidades de vitamina D no organismo, isso porque suas consequências (que aparecem somente na sua falta), como a dor de cabeça, podem atingir diversas funções do corpo.2

Quais as consequências da falta de vitamina D para o corpo?

A vitamina D é responsável por metabolizar o cálcio e o fósforo no organismo, além de fortalecer nosso sistema de defesa, o sistema imunológico. O baixo nível de vitamina D no corpo pode causar: 

Fraqueza nos ossos e risco de osteoporose;

  • Baixa do sistema imunológico;
  • Aumento do risco de doenças, como cardiovasculares, obesidade, câncer, diabetes e síndrome metabólica;
  • Aumento do risco de depressão.3,4

Muitos dos efeitos da falta da vitamina D podem também influenciar o aparecimento das dores de cabeça, por isso ela pode ser um sintoma em pessoas que precisam dessa vitamina. 

Bons níveis de vitamina D garantem diversos benefícios

Conhecer os benefícios das boas quantidades de vitamina D é importante para que essa substância ganhe mais relevância na vida das pessoas e elas não sofram os malefícios da sua falta. As vantagens da vitamina são muitas:

  • Mantém os ossos fortes;
  • Melhora o bombeamento do sangue para o corpo;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Atua no controle do diabetes;
  • Auxilia o cérebro no envio de mensagens;
  • Proporciona uma gravidez mais segura.2,4

Além dos benefícios já comprovados, a vitamina D também está sendo foco de pesquisas para entender se ela pode ser usada em tratamentos experimentais para doenças autoimunes como diabetes tipo 1, esclerose múltipla e doença inflamatória intestinal.2

Outros estudos também estão sendo feitos para avaliar se a vitamina D pode ser usada na prevenção de diversos tipos de câncer, uma vez que ela já tem papel no processo de diferenciação celular.2

Com os avanços dos testes e estudos, pode-se ter esperanças que, além de evitar doenças, a vitamina D controlada também poderá ajudar a eliminar as chances do aparecimento das dores de cabeça decorrentes delas, já que a dor de cabeça pode ser sintoma de câncer e diabetes tipo 1. 

Todas as pessoas devem se preocupar com a vitamina D?

É importante manter os níveis indicados de vitamina D para qualquer pessoa. Dessa maneira é possível evitar complicações, como as dores de cabeça, e também porque os benefícios são requeridos em qualquer idade.6

Entretanto, alguns grupos de pessoas precisam ter ainda mais atenção a esse número e, se necessário, devem fazer suplementação da vitamina:

  • pessoas acima de 60 anos;
  • gestantes e lactantes;
  • indivíduos com osteoporose e doenças osteometabólicas;
  • situações de má absorção de nutrientes, como quem fez cirurgia bariátrica;
  • pacientes com câncer;
  • indivíduos com obesidade;
  • pessoas negras;
  • pacientes com insuficiência cardíaca;
  • diabéticos;
  • portadores de doença renal crônica;
  • presença de sarcopenia (perda de massa e força muscular).6

Conte com um médico para descobrir a sua dosagem de vitamina D e, caso seja necessário, uma possível forma de suplementação.2

Viva com mais saúde com a vitamina D controlada

Para manter a quantidade ideal de vitamina D necessária no corpo é recomendado ficar exposto ao sol pelo menos 140 minutos por semana. Apenas 20 minutos de sol por dia pode fazer com que você evite dores de cabeça e problemas nos ossos. Ótimo, não é? Vale explorar as opções, como ir a pé para o trabalho ou tomar café da manhã ao sol, o importante é dedicar esses minutos à sua saúde.1

Além de tomar sol, para ajudar na imunidade corporal, também é importante beber uma quantidade saudável de água por dia e dar preferência a alimentos com mais vitaminas durante as refeições. Ações simples que têm grande valor para sua saúde.1

Vale a pena investir em você e colher frutos de uma vida repleta de bem-estar e longe de dores de cabeça. Comece o quanto antes e os resultados logo serão notados!

1. Hospital Sírio Libanês. Quando devemos fazer reposição de vitamina D? Acesso em: 26 de novembro de 2020.

2. Hospital Sírio Libanês. A importância da vitamina D. Acesso em: 26 de novembro de 2020.

3. Ministério da Saúde. Vitamina D: o que a deficiência pode causar? Acesso em: 26 de novembro de 2020.

4. Hospital Sírio Libanês. Vitamina D: falta aumenta em 75% o risco de depressão, indica estudo. Acesso em: 26 de novembro de 2020.

5. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Vitamina D: Novos Valores de Referência. Acesso: 26 de novembro de 2020.

6. Revista Abril Saúde. O mito da carência de vitamina D. Acesso em: 26 de novembro de 2020.
 

Tags:

  dor de cabeça

  dores de cabeça

  vitamina D

Este artigo foi útil?
Sim
Não
Usuários que acharam esse artigo útil:

Recomendados para você