Cuidados que devem ser tomados com a automedicação

Publicado em 01/03/2020

 Tratamento

O consumo de remédios sem receita médica é comum entre pessoas que sentem dor de cabeça. Porém é preciso tomar alguns cuidados.

A automedicação é uma escolha de responsabilidade individual, portanto, é preciso saber quando é realmente necessário tomar um remédio para dor de cabeça.

Consumir medicamentos sem necessidade pode provocar danos no organismo e até mesmo esconder a presença de outras doenças. Por isso, é importante perceber se há sintomas além da dor de cabeça. E neste caso, é essencial que você procure um médico.1,3

Não exagerar na dose

Além da escolha do medicamento, é fundamental não tomar uma quantidade maior do que a necessária. Doses muito altas do remédio podem ser maléficas para o corpo, podendo causar problemas de saúde mais sérios.1,2

Fique atento à bula do remédio

Conservar o medicamento em um lugar adequado, ficar de olho na validade e ler a bula são passos obrigatórios para quem pratica a automedicação. Pois, assim, preserva a efetividade do remédio e garante a saúde de quem a pratica.4

A bula é o guia do remédio, ela irá dizer como a medicação vai agir no organismo e quais os principais cuidados a serem tomados em sua ingestão, além, claro, dos possíveis efeitos colaterais.1,2,4

Se a dor persistir, procure um médico

Caso a dor insista ou até piore, mesmo com a medicação, não prolongue a decisão de procurar um médico. É importante que você cuide da sua saúde.1,2,3

1. Automedicação. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo , v. 47, n. 4, p. 269-270, Dec. 2001. Acesso em: 30 de Março de 2020.

2. AQUINO, Daniela Silva de; BARROS, José Augusto Cabral de; SILVA, Maria Dolores Paes da. A automedicação e os acadêmicos da área de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 15, n. 5, p. 2533-2538, 2010. Acesso em: 30 de Março de 2020.

3. NAVES, Janeth de Oliveira Silva et al. Automedicação: uma abordagem qualitativa de suas motivações. Ciência & Saúde Coletiva, v. 15, p. 1751-1762, 2010. Acesso em: 30 de Março de 2020.

4. PEREIRA, Januaria Ramos et al. Riscos da automedicação: tratando o problema com conhecimento. Joinville: Univille, v. 20, 2008. Acesso em: 30 de Março de 2020.

Tags:

  automedicação

  automedicar

  cefaleia

  dor de cabeça

Este artigo foi útil?
Sim
Não
Usuários que acharam esse artigo útil:

Recomendados para você